Logo

Blog Helenice Ricci

QUAL O SHAPE DO SEU INVERNO?

24.02.2016

Estamos em tempo de red carpets e fashion weeks internacionais. Em plena Semana de Moda de Londres, começamos a pesquisar tendências e procurar o que dará o tom dos próximos desfiles brasileiros.

 

Passamos a conferir releases e notícias do que está por vir e sempre acabamos nos deparando com termos estranhos ou que não entendemos muito bem o significado. Afinal, o que é o shape da coleção? Isso interfere no que posso vestir na próxima temporada?

 

Já te conto.

 

O primeiro passo que um estilista toma para criar sua coleção é seu tema, sua inspiração. Ele se inspira na arte, na natureza, na arquitetura, nas pessoas ou em qualquer objeto e influência que o rodeie para criar novas peças. Com isso em mãos, ele inicia o processo criativo, que envolve a escolha das modelagens, das estampas, dos materiais e dos famosos shapes. 

 

Shape vem do inglês e quer dizer forma. Ao nos referirmos ao shape, estamos nos referindo à forma de alguma coisa, que pode ser um objeto, um corpo ou como neste caso, a roupa. Cada marca traz uma shape diferente, e isso pode acontecer a cada coleção ou pode ser uma identidade pessoal do estilista, que opta por sempre ter shapes mais largos ou mais fluidos e assim por diante.

 

A marca Vivaz por exemplo, em seu Verão 2016, apresentou shapes limpos e simples, com silhuetas evasê ou coluna e cintura marcada. Palavras da própria marca.

Vivaz Verão 2016

Observe o shape, a forma do vestido Vivaz, visualmente limpo, sem excesso de informações.

 

A marca Printing apostou em shapes oversized e assimétricos em seu Verão 2016

 

A marca Alfreda optou por shapes estruturados

 

Perceba que o shape está diretamente relacionado ao material do vestido. Tecidos leves resultam em shapes fluidos e delicados, como é o caso do vestido Vivaz, tecidos rigidos, tem como consequência, shapes estruturados, como o vestido Alfreda.

Essas três marcas você pode conferir na loja Helenice Ricci!